5 benefícios de registrar a marca da sua startup 

Confira a importância do registro de marca para as Startups

 Você realmente sabe por que é útil registrar uma marca? Quais os benefícios reais de uma marca registrada? O Slap Law aborda todas as razões para registrar a marca de sua startup.

Quais as principais razões para registrar a marca de uma startup?

Os negócios estão se tornando cada vez mais dinâmicos e inovações estão surgindo em ciclos cada vez mais curtos. Somam-se a isso a crescente globalização, o acúmulo de fusões e aquisições de empresas. Neste cenário, para as startups em particular, é de grande relevância aproveitar a possibilidade de transformar sua marca em uma vantagem competitiva e decisiva em sua estratégia de negócios. Entretanto, para explorar uma marca sem riscos, registrar a sua marca é fundamental para garantir a liberdade de agir e protegê-la de terceiros.

No Brasil, para que sua marca se beneficie de proteção real, é necessário registrá-la no órgão competente:  Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI), tema que abordamos no artigo Registro de Marca [Guia Completo e Atualizado].

Mas antes de realmente se debruçar sobre o procedimento de registro, é essencial que você também conheça os principais motivos, ou melhor, benefícios de proteger a sua marca. Então, vamos começar? 

Benefício 1 – Confiança

A marca é muito mais do que apenas um nome ou um logotipo, a marca agrega a “autoridade e valor” que você deseja transmitir para o seu público. Através da marca cria-se uma relação de confiança, um ponto fundamental para adquirir e manter sua reputação no mercado. Hoje em dia, as marcas são observadas e julgadas por todos os stakeholders, também chamados de interessados: gestão, colaboradores, consumidores, parceiros sociais e econômicos, acionistas, dentre outros. São essas percepções que criam o valor da sua marca e contribuem para moldar a confiança em sua empresa.

Sem dúvida, o conceito de valor da marca cresceu a tal ponto que agora é considerado um ativo real de negócios, assim como os ativos tangíveis. Por este ângulo, o registro se torna indispensável para identificar seu produto e distingui-lo de outros produtos similares ou idênticos de empresas concorrentes. Ou seja, registrar a sua marca permite que quem compra seus produtos ou usa seus serviços saiba quem está por trás de sua escolha.  

Benefício 2 – Representa valor para o seu negócio

Ao registrar a marca de sua startup você evita comprometer os investimentos feitos para promover seu produto ou seu serviço e, principalmente, evita que uma empresa concorrente utilize uma marca semelhante à sua.  Aproveitando o valor da marca, suas estratégias de branding permitem que o seu público-alvo se familiarize com sua marca e saibam o que esperar desse produto ou serviço, mesmo que nunca o tenham  utilizado. Portanto, uma marca pode aumentar significativamente o valor de todo o seu portfólio de serviços.

Neste âmbito, marcas gerenciadas de forma consistente apoiam os fundadores a tirar o máximo proveito de sua startup e, por conseguinte, o registro se torna estratégico para toda a gestão e orientação corporativa, evidenciando segurança e crescimento sustentável em longo prazo.

 Benefício 3 – Protege do uso indevido por terceiros

O registro de marca oferece proteção jurídica efetiva contra cópia ou imitação de sua marca e lhe confere o direito de exercer as ações judiciais e extrajudiciais cabíveis contra quem utilizar a marca sem a respectiva autorização ou explorá-la para tirar proveito de seus esforços de branding.

O procedimento no INPI, portanto, não apenas permite que você opere no seu setor como proprietário exclusivo de seu serviço ou produto, mas também impede que outros se beneficiem de sua identidade usando uma marca idêntica ou similar, explorando em seu favor a reputação que você construiu.

Benefício 4 – Valor comercial

Uma marca registrada tem valor comercial em si mesma, ou seja, o registro não somente garante proteção contra uso não autorizado por terceiros, mas também pode ser monetizado. Em resumo, sua marca é seu capital. Assim, pode ser objeto de operações de exploração comercial, através da concessão de licenças, contratos de exclusividade ou merchandising.

A marca registrada pode ser transferida ou licenciada a terceiros para a totalidade ou parte dos produtos ou serviços, estendendo o seu negócio a diversos setores. Além disso, embora sejam ativos intangíveis, são passíveis de serem contabilizadas no balanço da empresa, por meio de uma avaliação de marca. 

Benefício 5 – Startups com marcas registradas atraem mais investimentos

Se você estiver procurando por investidores, eles geralmente esperam que você tenha a sua marca registrada, visto que o registro de marca mostra aos investidores que os seus fundadores têm a clareza e o foco necessário e estão em uma posição única porque podem construir e explorar comercialmente uma marca forte sem problemas ou obstáculos.

Marcas protegidas são, portanto, fatores reconhecidos para potenciais compradores e investidores que podem aumentar o valor e o potencial de desenvolvimento de uma startup. Sem dúvida, as marcas representam, portanto, mais um bom argumento para os fundadores nas negociações de compra e investimento.

Ademais

Sua estratégia de marca nada mais é do que sua estratégia corporativa, por isso quanto mais cedo os fundadores se envolverem nessa perspectiva, reconhecerem sua marca como um grande gerador de valor e a moldarem usando uma estratégia vinculada à proteção, mais cedo poderão definir o caminho para o sucesso.


Gostou deste conteúdo? Você também pode se interessar pelo artigo Marca e Nome de Domínio: entenda a importância.

Veja mais insights do slap.LAW