Pitch para Investidores: o que é e como fazer

Veja aqui o que é e dicas para um pitch de sucesso

O objetivo do pitch é convencer os potenciais investidores de que o seu negócio é viável e rentável, e que vale a pena investir nele. Mas afinal, o que é um pitch? Como fazer um bom pitch para investidores? Neste artigo, vamos abordar essas questões.

O que é um Pitch?

Se você habita o ecossistema de inovação e empreendedorismo, deve ter ouvido um monte de termos e palavras, normalmente em inglês – ou aportuguesadas – que o deixam maluco. 

De fato, quem trabalha com Startups está muito acostumado a utilizar termos bem específicos do mercado, mas que, não necessariamente, são de conhecimento de todos. 

O “Pitch” é um desses termos. Você sabe o que é? 

O pitch é uma apresentação breve e objetiva de um projeto ou ideia. É uma ferramenta importante para quem quer convencer outras pessoas a investir tempo, dinheiro ou energia em seu negócio. Para fazer um pitch bem-sucedido, é preciso ser claro, conciso e persuasivo.

Em resumo, é uma apresentação rápida para investidores, com tempo definido e curto (normalmente de 3 a 5 minutos), em que o empreendedor precisa vender sua ideia.

Quem já assistiu a conhecida série de televisão @sharktankbrasiloficial já deve ter visto as apresentações rápidas dos empreendedores para os jurados/investidores. O que acontece na Série é justamente a apresentação de pitches de investimento. 

Como os investidores usam o pitch para avaliar uma startup?

Os investidores usam o pitch para avaliar uma startup e determinar se vale a pena investir. A startup deve mostrar que tem um produto ou serviço inovador e com um mercado significativo, além de uma equipe experiente e capaz de executar o plano.

Em resumo, os investidores querem saber se a startup pode gerar retornos significativos sobre o seu investimento e, portanto, analisam os fatores chave do negócio com cuidado.

O que incluir em um pitch: as principais informações que os investidores procuram

As principais informações que os investidores procuram em um pitch são:

O mercado: qual é o tamanho do mercado para o produto / serviço? Qual é a taxa de crescimento? Quais são as tendências?

A proposta de valor: qual é o problema que o produto / serviço resolve? Por que os clientes comprariam esse produto / serviço? Qual é a diferenciação em relação aos concorrentes?

A equipe: quem são os principais membros da equipe e qual é a sua experiência relevante? Por que eles estão bem posicionados para executar esse plano de negócios?

O modelo de negócios: como será gerado receita com esse produto / serviço? Qual é o custo estimado para adquirir um cliente? Quais são as principais fontes de custos? Qual será o faturamento anual projetado nos próximos 5 anos?

O plano de execução: qual é o plano para lançar e comercializar esse produto / serviço? Quais são os principais marcadores (etapas importantes) do plano e quando eles serão alcançados? Com quais parceiros você trabalhará para executar esse plano.

Como fazer um bom pitch

O grande desafio é o empreendedor conseguir contar uma história que encante e prenda a atenção do interlocutor, ao mesmo tempo que apresenta o time, mostra um plano viável, demonstra a dor que a empresa se propõe a enfrentar e resolver, sem esquecer de mencionar a forma de monetização e o planejamento futuro. 

Aqui estão algumas dicas de como fazer um pitch de sucesso

Os investidores procuram informações sobre o potencial de retorno do investimento, o risco envolvido e a capacidade da equipe de gerenciar o negócio.

Dica 1 – Seja breve

Um bom pitch deve ser conciso e direto ao ponto. Isso significa que você deve ter um objetivo claro e específico para o seu pitch, e deve ser capaz de expressá-lo em poucas palavras.

Dica 2 – Seja memorável

Você precisa fazer com que as pessoas se lembrem do seu pitch, então tente usar uma abordagem criativa ou inovadora. Isso pode incluir um slogan ou uma apresentação visual interessante ou qualquer outra coisa que chame a atenção das pessoas.

Dica 3 – Seja confiante

As pessoas precisam acreditar em você e no seu produto/serviço, então você precisa transmitir confiança em todos os aspectos do seu pitch. Isso significa manter uma postura confiante, falar com clareza e evitar hesitar nas suas palavras.

Dica 4 – Esteja bem preparado

Tenha certeza que está totalmente informado sobre o seu produto/serviço antes de fazer qualquer pitch. Prepare-se para responder às perguntas difíceis que possam surgir e tenha exemplos prontos para ilustrar os benefícios do seu produto/serviço.

Esses são apenas alguns dos tópicos que os especialistas referem ser necessários num pitch de sucesso. 

Por fim, não esqueça do propósito, de trazer dados e de ter um modelo de negócios estruturado. Não é apresentação do plano de negócios todo estruturado, mas de apresentação mais sintética da empresa, até porque o tempo é curto. 

Obviamente que apenas o discurso não é capaz de fazer de sua empresa um case de sucesso, mas certamente abrirá portas e fará com que investidores e outros potenciais parceiros – e até clientes – tenham mais confiança em seu negócio, produto ou serviço. 


Gostou deste conteúdo? Você pode se interessar também pelo artigo Como elaborar um plano de negócios para a sua startup

Veja mais insights do slap.LAW