Entenda de uma vez por todas a diferença entre o Valuation pré e pós money

O Valuation de uma Startup é um tema muito recorrente na vida de quem empreende e/ou trabalha no ecossistema de inovação, mas causa certa confusão. 

Em primeiro lugar, dito de forma simples, o Valuation é o valor de mercado de uma empresa atribuído em negociações de investimento ou venda. 

No entanto, o Valuation tem dois valores, especialmente quando já há proposta de investimento ou de aquisição da empresa, de forma que se convencionou no mercado uma separação entre o Valuation pré e pós money. 

Mas o que isso significa na prática? E o que muda na vida do empreendedor? 

A diferença, por mais óbvia que pareça, é importante e pode causar confusão. 

O Valuation pré money é aquele atribuído à empresa antes de ser contabilizado o valor a ser investido na operação.

Por exemplo: 

A empresa X, em que o empreendedor possui 100% do capital social, ou seja, é o cotista/acionista único, é avaliada em R$ 2.000.000,00. 

Então, se um investidor pretende alocar R$ 500.000, levando-se em conta o Valuation pré money, a participação significaria 20% das cotas/ações, porque se considera o aumento para calcular o percentual do aporte. 

Pré money = R$ 2.000.000.

Aporte = R$ 500.000

Percentual = 20% 

O valor do aporte se somará ao cálculo do Valuation. 

Por outro lado, num mesmo cenário, se a participação alvo final do investidor (quantos % o investimento vai significar) fosse calculada pelo Valuation pós money, teríamos o seguinte:

Pós money = R$ 2.000.000

Aporte = R$ 500.000

Percentual = 25%

O aporte não se soma no cálculo do Valuation. 

Essa diferença, embora de apenas 5%, pode ser muito significativa em termos de gestão e controle da empresa, além de impactar muito em eventuais rodadas de investimento posteriores. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja mais insights do slap.LAW