Evolução das Health Techs e o foco em saúde

A aceleração da Transformação Digital ocorrida em 2020 já é mais do que conhecida; o grande motivo, obviamente, todos sabem, mas os efeitos ainda não se tem a exata dimensão. 

Especialmente, quando falamos de impactos da Transformação Digital em mercados mais tradicionais, as mudanças são profundas e podem ainda demorar um pouco para realmente aparecer. 

Um dos mercados mais impactados, e aqui falamos positivamente, foi o da saúde. Em uma pandemia catastrófica, a maior crise sanitária do século, obviamente a saúde foi um setor sob holofotes e pressionado para se adaptar e mudar rápido. 

Em termos de recursos financeiros, o ano de 2020 foi o melhor da história para as empresas de tecnologia do mercado da saúde, com a marca histórica de US$ 22 bilhões. 

E estudos apontam para um aumento, até 2024, para US$ 432 bilhões. 

Por isso, os especialistas preveem que as empresas do ramo da saúde sejam o principal alvo dos investidores depois das fintechs. 

Por aqui, no Brasil, viu-se um aumento significativo de empresas do ramo e o ano de 2020 se encerrou com 510 healthtechs. 

E o interessante é que se vê não só tecnologias para tratamento de doenças, mas sim um volume imenso de projetos focando em saúde em geral. 

Afinal, saúde é muito além da ausência de doenças, mas o bem-estar físico, mental e social. 

E é nesse espaço que vemos cada vez mais projetos aparecendo, como plataformas de testes de saúde física e mental, e até bem-estar, diagnósticos remotos, aparelhos para todos os tipos de medição, aparelhos vestíveis e muito mais. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja mais insights do slap.LAW