Software como um serviço (SaaS): o que é, como funciona e benefícios

Veja aqui como funciona o SAAS

Software as a Service (SaaS) é um modelo de distribuição de software no qual as aplicações são hospedadas por um fornecedor ou provedor de serviços e disponibilizadas aos clientes através de uma rede, normalmente a Internet. Saiba mais aqui!

O que é SAAS?

Software as a Service, significado do termo “SaaS” em inglês, ou, simplesmente, “software como um serviço”, é um modelo de negócio muito debatido quando o assunto é tecnologia. Trata-se de um “produto” consumido por praticamente toda a população mundial nos dias atuais. O termo “produto”, inclusive, foi propositalmente colocado entre aspas, por ser uma forma de destacar a forma como um software era consumido no passado e como é utilizado atualmente.

Em linhas gerais, o software como um serviço envolve desenvolvimento de software, hospedagem de aplicativos, manutenção e serviços de suporte. Os produtos SaaS também podem significar tempos de implementação mais rápidos para organizações que buscam soluções empresariais modernas e eficazes.

SAAS como funciona?

No passado, estávamos acostumados a comprar um software (programa de computador), geralmente no formato de CD. O programa era instalado no computador, e a partir de então, usufruímos normalmente das funcionalidades oferecidas. O processo era mais lento, e não trazia a escalabilidade que o SaaS atualmente oferece.

A propósito, por escalabilidade, entende-se o processo de aumento de faturamento de uma empresa, sem a necessidade de elevação dos custos operacionais.

Com o aprimoramento da internet no mundo todo e a possibilidade de os consumidores estarem 100% conectados, 7 dias por semana, um novo formato de se pensar o software foi estabelecido pela indústria da tecnologia.

Hoje em dia, as empresas de tecnologia, como as Startups, entenderam que para alcançar a escalabilidade, a entrega das soluções desenvolvidas deve ser compreendida como um serviço na nuvem, que normalmente envolve o pagamento através de um modelo de assinatura (a conhecida economia da recorrência) e não mais como um produto que se compra em uma loja de periféricos, por exemplo. 

Com esse formato, os serviços oferecidos podem ser utilizados em celulares, tablets, computadores, televisões e por aí vai. Talvez dois exemplos famosos de SaaS consumidos por grande parte da população conectada sejam o @spotify e o @netflix, respectivamente, players de áudio e vídeo.

Mas os SaaS não se resumem, tão somente, aos apps destinados aos consumidores (B2C). Serviços de tecnologia destinados a empresas (B2B), como por exemplo é o caso da @salesforce – precursora neste modelo de entrega de serviço -, também movimentam bastante esse mercado.

Apenas para se ter uma ideia, segundo o blog da @vindi, em informações colhidas da consultoria @Gartner, o mercado SaaS deve atingir USD $143 bilhões em 2022.

Quais os benefícios do software como serviço?

Software as a Service SAAS é uma ótima maneira para as empresas obterem software sem terem que se preocupar em instalá-lo, mantê-lo ou atualizá-lo.

Os três principais benefícios do SAAS para o cliente são acessibilidade, confiabilidade e escalabilidade:

  • Acessibilidade – o SAAS pode ser acessado em qualquer lugar do mundo com uma conexão à Internet, o que significa que os usuários não precisam instalar, configurar ou manter nenhum sistema de computador. Isto o torna ideal para empresas com funcionários remotos que precisam acessar seus sistemas de fora do escritório.
  • Confiabilidade – o SAAS é hospedado por outra pessoa e não está rodando em seu próprio hardware, é mais confiável uma vez que você não terá nenhuma falha de hardware ou problemas de manutenção que possam interromper sua capacidade de usar o software.
  • Escalabilidade – o SAAS pode lidar com grandes quantidades de tráfego sem ser desacelerado por problemas técnicos porque é hospedado remotamente por outra pessoa.

Conclusão

A melhor parte sobre o SAAS é o fato de ser um software baseado em nuvem, sem a necessidade seu departamento de TI manter servidores ou atualizar software – tudo isso é feito automaticamente pelo provedor. Isto significa que quaisquer problemas com tempo de atividade são removidos de suas operações comerciais, deixando você com mais tempo para se concentrar no crescimento de sua empresa.

Veja mais insights do slap.LAW