Uso indevido de dados pessoais de sócios – clube Internacional

Segundo notícias recentes, sócios torcedores do Clube de Futebol Internacional tiveram seus dados utilizados indevidamente no processo eleitoral, que está em curso.

Não é de hoje que dados pessoais de consumidores e cidadãos em geral são utilizados de forma indevida, com desvio da finalidade para os quais foram coletados.

Isso quer dizer, o torcedor cadastra seus dados para se tornar sócio de um clube, mas seus dados pessoais acabam sendo utilizados por candidatos para campanha eleitoral. 

Aliás, tal prática, já conhecida nos clubes, havia sido proibida pelo Conselho Deliberativo do Clube ainda em novembro, exatamente por conta da entrada em vigor da LGPD – Lei Geral de Proteção de Dados. 

Em nota, o clube informa “que, ao tomar conhecimento das denúncias recebidas na Ouvidoria do Clube, Comissão Eleitoral e Conselho Deliberativo, que retratam suposto vazamento de informações de associados, está realizando a devida apuração dos fatos, para adoção das medidas legais cabíveis contra toda e qualquer inconformidade que vier a ser identificada.”

As ligações de empresas de telefonia, imobiliárias e construtoras, agentes de investimento, dentre outros, costumam tirar o sossego dos cidadãos por conta de abusos de finalidade, assim como de clubes e entidades. 

É certo que essa prática de uso de dados pessoais com desvio de finalidade irá mudar com a entrada em vigor da lei, que pretende, exatamente, coibir o abuso de empresas e entidades no tratamento de dados pessoais.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja mais insights do slap.LAW