Tinder vai oferecer testes do Covid-19 para que os usuários possam se encontrar

Durante a pandemia muitas pessoas começaram a utilizar aplicativos de relacionamento, buscando, por meios virtuais, conhecer novas pessoas. Seguindo este trend, o aplicativo Tinder vai oferecer 1000 testes gratuitos de Covid-19 para norte-americanos na esperança de encorajar novos encontros.

O aplicativo, que aumentou sua receita em 18% no ano de 2020 e atingiu U$ 1.4 bilhões em valuation, busca criar um ambiente saudável para o encontro dos seus usuários, fornecendo um kit composto por um teste para os que derem match no dia 20 de março. 

A empresa percebeu um aumento considerável da frase  “em busca de um encontro” no perfil dos seus usuários na plataforma durante a pandemia. E, em pesquisa realizada, o aplicativo noticiou que 40% dos matches de pessoas abaixo de 30 anos não tinham se concretizado em um encontro pessoal. 

Para que todo o evento seja realizado, o Tinder realizou uma parceria com a @everlywell, uma prestadora de serviços aprovada pelo governo americano para realizar os testes do Covid-19. A analista médica da Everlywell, Dra. Leana Wen afirmou à @cnnbusiness que os testes não são um passe livre, e que é necessário cuidados, como ficar de quarentena por uma semana antes de realizar o teste e que permaneçam isoladas até o resultado final. 

Essa novidade já não é a primeira que o Tinder tomou para melhorar a segurança dos seus usuários. Recentemente, o app efetivou uma verificação de histórico de violência doméstica e outros crimes cometidos  pelos seus usuários, a fim de aumentar a segurança principalmente das mulheres na plataforma.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja mais insights do slap.LAW